Interpretando o personagem Beto, um mulherengo convicto, João Baldasserini é totalmente diferente na vida real. Enquanto em “Haja Coração” ele fica de olho em Tancinha (Mariana Ximenes), se importando mais com a conquista do que com os próprios sentimentos, fora da ficção ele está longe de ser um mestre na arte de seduzir.
“Essa coisa de ser mulherengo, eu não sei fazer.

Sou muito de boa. Às vezes, eu saio e só depois percebo que perdi a oportunidade de ficar com a mulher bonita da festa (gargalhadas).

Aí eu penso: “Como fiz isso?”. Às vezes, eu me dou bem, outras, não! Não sou um cara desesperado”,  diverte-se o ator, de 32 anos, que está solteiro.

Aos 17 anos, João trabalhava como empacotador numa rede de supermercados em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Foram sete meses na função, até receber um conselho da mãe, Kika Baldasserini.

“Eu estava no terceiro ano do ensino médio quando comecei a fazer teatro. Minha mãe viu o meu interesse.

Ia prestar vestibular para Direito e ela perguntou: “Por quê? Você vai fazer Direito para mim?”. Foi ela quem me incentivou a estudar teatro.

É uma mulher muito sensível. Nas horas livres, ela canta em barzinho, faz serenata.

Minha mãe é o máximo!”, elogiou, em entrevista ao jornal Extra.

.

Fonte: TV Foco