“Éramos Seis”, uma das novelas mais bem avaliadas da história do SBT, ganhará uma versão para o cinema. O folhetim, que é uma adaptação do romance homônimo de Maria José Dupré, foi exibido originalmente pela emissora em 1994.
A direção do longa ficará a cargo de Nilton Travesso, que foi diretor geral do folhetim e que agora vai passar uma temporada nos Estados Unidos, onde irá elaborar o seu primeiro projeto para o cinema.

“Vou fazer um estágio lá. Meu genro é diretor de criação e vai trabalhar no roteiro”, disse ele em entrevista ao jornalista Daniel Castro.

“É uma história que tem muito a ver com a cidade de São Paulo, todas as histórias se passam na praça Buenos Aires, na avenida Angélica, atravessa a Revolução de 1932. É uma história bonita.

Gosto muito dela”, afirmou o diretor, que tem mais de 60 anos de carreira na TV e já teve passagens por todas as principais emissoras do Brasil.
Não há previsão de data para início da produção do filme, que ainda passará por um longo processo de elaboração e posteriormente a de captação de recursos, considerada a etapa mais difícil.

.

Fonte: TV Foco