Deborah Secco causou polêmica ao revelar em entrevista à revista Glamour que sua nutricionista passou uma dieta de jejum quando ela estava no sexto mês de gravidez. A atriz passava até 23 horas sem comer e que só comia quando sentia fome de verdade. Carne, frango, peixa, vegetais, queijo e ovo estariam liberados, mas a dieta seria focada em baixo consumo de carboidratos e alto consumo de gordura.

A apresentadora Luisa Mell foi uma das pessoas que se manifestaram contra. “Sou uma pessoa que não consigo me calar diante de barbaridades como esta! Deborah Secco é uma grande atriz.

Mas suas declarações sobre boa forma durante a gravidez e pós parto tem me deixado horrorizada e preocupada. Pelo amor de Deus, jejum na gravidez?!?!??”,
Fernanda Muller, nutricionista de Deborah, usou o Snapchat para negar a informação.

“Ela não fez nenhum jejum durante a gravidez. A gente fez, sim, jejum intermitente, mas foi um mês depois do parto, quando ela já não estava podendo mais amamentar.

E, nessa época, ela chegou a comer de 23 em 23 horas, só que foi em um período curto que a gente fez antes de um sessão de fotos”, disse a profissional.
“A Deborah me procurando quando estava com seis meses.

A gente fez uma dieta low carb e, sim, ela comia apenas quando sentia fome. A dieta era prezando alimentos naturais e ela fazia jejuns naturais.

Ou seja, ela comia somente quando a fome fisiológica aparecia, o que faz todo sentido estando grávida ou não”, acrescentou Muller sobre a dieta da cliente.

.

Fonte: TV Foco