(Foto: Reprodução)Na tarde desta quarta-feira, 27 de julho, a cantora Ivete Sangalo reuniu a imprensa em São Paulo para lançar seu mais novo DVD, “Ivete Sangalo – Acústico em Trancoso”.
A baiana falou, durante a entrevista, sobre a declaração que fez durante o Fortal, que aconteceu no último fim de semana, em Fortaleza.

Na ocasião, a famosa mostrou apoio aos gays e suas palavras geraram repercussão nas redes sociais.

“O bom de ser famoso é isso. O poder que você tem de falar de assuntos relevantes.

Sempre tive a convicção de não interferir nas decisões alheias. Tenho muitos fãs jovens e adolescentes e tenho que ter responsabilidade.

Coisas que são honestas,  que acredito, abro meu bocão. A homofobia é humanamente inadmissível.

Não há nada que possa mudar minha opinião sobre isso. O que o fato de alguém ser homossexual pode mudar na minha ou na tua vida? Por que não estamos falando de um homossexual, um negro, uma mulher… Estamos falando de um indivíduo.

O mundo está do jeito que está porque as pessoas não se liberaram para o amor. Existe o julgamento e as pessoas não entendem que uma hora volta pra gente esse julgamento.

Eu fico até quente quando falo disso. Acho de uma ignorância, um retrocesso isso”, disse ela.

Ao concluir o comentário, Veveta citou uma entrevista recente que assistiu na televisão: “Dona Maria da Penha estava dando entrevista e as coisas que ela passou… Falei sobre isso no meu Snapchat. Quanto mais se fala, mais a casca engrossa, mais defesa se tem.

O gay não precisa ser ajudado, as pessoas querem respeito. Você pode até não gostar, mas respeite para ser respeitado.

Desculpa se me exaltei, mas é uma coisa que eu realmente não entendo”.

.

Fonte: TV Foco