Não é de hoje que o Brasil tem dificuldades para se questionar a verdadeira qualidade de profissionais do meio artístico, tendo uma visão ampla e precisa para observar os que realmente merecem ou não serem valorizados pelas suas qualidades individuais. É quase um processo de alienação. Muitos vão na onda do “se está fazendo sucesso, é bom”, sem pararem um pouco para analisar se realmente “é bom”.

Na gravação do seu programa, que vai ao ar neste domingo (17), Silvio Santos praticamente rasgou elogios à Larissa Manoela, 15, lamentando uma possível transferência da atriz mirim para a Globo, o que para o dono do SBT é iminente. O discurso de Silvio já vem sendo reforçado por diretores da emissora, que chegam a classificar a atriz como um “fenômeno”.

Talvez seja até indiscutível o talento promissor da Larissa Manoela. Mas se pararmos um pouco para analisar seu desempenho atual e individual, será que vale todos os elogios do poderio do SBT e de maneira tão desproporcional em comparação com outras artistas de nível até superior? Pode até se relevar pelo fato de ainda tratar-se de uma atriz mirim/juvenil, mas em uma breve comparação de desempenhos com outras atrizes de idade aproximada, como Mel Maia, Giovanna Rispoli, Isabella Koppel e Maísa ─ e isso inclui todas suas características artísticas, especialmente espontaneidade e dramaticidade em cena, e anti-exposição pessoal ─ será que Larissa está realmente à frente?
Chegou a ser, no mínimo, curioso, a presença da estrela do SBT entre as indicadas ao “Troféu Imprensa” deste ano na categoria Melhor Atriz, ao lado de profissionais bem mais experientes, como Grazi Massafera ─ que levou a estatueta ─ e tirando a vaga de outras atrizes que deram um show à parte no quesito atuação, como Cássia Kiss Magro, em “A Regra do Jogo”.

Quais seriam os critérios? Ser enaltecida pelo simples fato de protagonizar uma novela (“Cúmplices de um Resgate”) interpretando duas personagens distintas, independente da performance? Muito em virtude disso, o nome de Larissa Manoela já aparece quase que de forma automática quando se fala em melhor atriz mirim no Brasil. E há quem nem cogite outra opção.

O SBT supervaloriza Larissa Manoela? Sim, mas o ponto principal é a falta de ponderação do público sobre isso. A intenção da crítica não é desvalorizar a carreira da atriz, pelo contrário.

Fica destacado aqui mais uma vez, que ela de fato pode evoluir e vir até a se tornar uma das melhores do Brasil em um futuro próximo. A principal questão abordada aqui é o presente e a falta de questionamentos sobre os verdadeiros talentos, os que são justamente e injustamente reconhecidos, e a passividade em alguns casos.

E tudo isso por uma simples questão de visão ampla e de falta de análise apurada do público, que conscientemente, ou não, é o principal responsável pelo sucesso ou fracasso de um artista.
Será que não estaríamos compactuando com uma supervalorização do SBT, enaltecendo ao extremo praticamente um único talento, ainda questionável, e ignorando outros que deveriam ser melhor prestigiados?
As opiniões aqui retratadas não refletem necessariamente a posição do TV FOCO e são de total responsabilidade de seu idealizador.

.

Fonte: TV Foco