Paolla Oliveira usou o seu perfil no Instagram nesta quarta-feira, 16, para comentar a morte de Elke Maravilha. A atriz, que vai interpretar a modelo no filme sobre Chacrinha, dirigido por Andrucha Waddington, lamentou não ter tido tempo para conhecer pessoalmente a artista, que morreu aos 71 anos, após ficar quase um mês internada em hospital no Rio.
“Mesmo um dia que amanhece triste como o de hoje, com uma notícia da morte de Elke, não pode ser menos Maravilhoso, pois a vida é sempre maior.

Acho que ela diria algo parecido. Fui convidada para interpretar Elke no Chacrinha: o filme, que vai contar a trajetória do seu grande amigo, o Velho Guerreiro, no cinema”, escreveu Paolla.

Ela continua dizendo que passou a admirar Elke ainda mais após iniciar suas pesquisas sobre ela: “Até então conhecia ‘a personagem’ que todos conheciam. Então passei a pesquisá-la, porque não gostaria de encontrá-la sem saber um pouco mais do ser humano Elke, o que ela pensava, gostava… Estava ansiosa, mas o encontro não foi possível, a primeira tentativa ela estava viajando e quando retornou logo foi hospitalizada.

Não consegui encontrá- la, mas sua alma, sua atitude, sua irreverência e força são tão intensas, que considero que nosso encontro foi como tinha que ser. E sua energia vibrante e cheia de vida não vai morrer nunca.

Luana Piovani, que interpretou Elke no longa Zuzu Angel, também não deixou de expressar seus sentimentos: “Elke Maravilha..

grande mulher, grande exemplo e apátrida, que honra tive em representa-lá… Descanse em paz.”
A atriz nascida na Rússia, mas crianda em Minas Gerais,  estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, em Laranjeiras, na Zona Sul, desde o dia 20 de junho.

De acordo com seu irmão, Frederico, Elke foi operada de uma úlcera e ficou em coma induzido. A atriz morreu por volta de 1h desta terça (16)

.

Fonte: TV Foco