Galvão passará a receber menos (Foto: Reprodução)A Globo está negociando reajustes salariais com seus principais apresentadores, atores e jornalistas. Os profissionais que que ganham altos salários, muitos deles acima de R$ 1 milhão mensais, estão sendo convencidos a aceitar um reajuste de 5%, bem abaixo da inflação.
Nas negociações, a Globo tem explicado que reduzindo o reajuste de altos salários, evita demissões, e dessa forma apresentadores ajudam a manter as equipes que produzem seus próprios programas, como informa o jornalista Daniel Castro.

No caso de uma estrela global, que ganha R$ 1 milhão mensais, a economia para a emissora é de R$ 600 mil em um ano. No time dos que ganham mais de R$ 1 milhão, estão o locutor Galvão Bueno, Fátima Bernardes, Fausto Silva, Ana Maria Braga e Luciano Huck.

O reajuste equivale a um corte de salários.
Ana Maria Braga (Foto: Reprodução)As emissoras argumentam nas negociações que o país e, consequentemente, o mercado publicitário, passam por um mau momento.

No ano passado, as redes de TV faturaram 8,5% a menos do que em 2014.
Isso se deve principalmente porque a presidente Dilma Rousseff patrocinou em 2015 a maior queda da história no valor de gastos com propaganda estatal federal desde o ano 2000.

O valor gasto caiu em 24%, um corte de R$ 591,5 milhões do gasto com propaganda federal.
Com os maiores salários, a Globo tem feito negociações individuais, pois eles tem contrato de prestação de serviços que estipula reajustes anuais baseados na inflação.

Procurada, a Globo afirma que não comenta a “remuneração de seu elenco”.

.

Fonte: TV Foco