Jornalista Kennedy Alencar. Foto: reprodução.Michel Temer, atual vice presidente da República, tem estado com sua agenda superlotada, cheia de reuniões e planos para um eventual governo.

Ao conseguir uma vaga de última hora no meio de  tal agenda para conceder entrevista, o jornalista Kennedy Alencar, ex-RedeTV!, se viu  numa saia justa: gravar a matéria sem câmera profissional,  ou com o seu celular? A segunda alternativa foi a escolhida.
A entrevista concedida ao jornalista do SBT foi a primeira exclusiva  desde que o processo de impeachment foi aceito pela Câmara dos Deputados, no dia 17.

As demais “entrevistas”, em meio a muita correria, foram apenas declarações de poucos segundos aos repórteres que se aglomeravam ao seu redor nas caminhadas pelos corredores políticos de Brasília. A concedida ao SBT teve longos 6:28 minutos de duração.

A entrevista foi gravada na última quinta (28) e temas como o processo de impeachment em curso, agora no Senado, os eventuais planos para um possível Governo, nomes especulados para cargos e ministérios,  além de acusações por parte do PT foram abordados por Kennedy, em seu furo jornalístico.

.

Fonte: TV Foco