William Bonner e Renata Vasconcellos comandam o “Jornal Nacional”(Foto: Globo / Estevam Avellar)Principais atrações da Globo há décadas, o “Jornal Nacional” e a tradicional novela das nove já não são mais sinônimo de grande audiência como num passado não tão distante.
O “JN”, que daqui a três meses comemora 47 anos de existência, apesar de ainda ser líder em audiência e considerado o noticiário mais importante do país, vem tendo baixas. Em 2015, o telejornal de William Bonner e Renata Vasconcellos teve seu cenário reformulado, mas ficou por aí.

A audiência do “Jornal Nacional” já não é a mesma. Neste ano, mesmo sem forte concorrência, o “JN” anda patinando, e frequentemente derruba o que recebe da trama das sete, além, claro, de constantemente ter índice menor que o telejornal local “SPTV 2ª Edição” – o que não era comum até pouco tempo atrás.

A badalada novela das nove, que era a atração mais assistida da TV e sempre repercutiu muito, perdeu forças. Aliás, é o produto da Globo que mais sofreu queda.

Além de registrar uma brusca perda de audiência, a trama das 21h não repercute tanto quanto antes, seja entre o público ou nas revistas, onde perdeu espaço para as novelas das seis e das sete (e até para uma novela da Record no ano passado).
Desde o início de 2015, a faixa das nove não consegue mais emplacar alta audiência.

A última novela de sucesso no horário foi “Império”. De lá para cá, os folhetins da faixa sofrem para ultrapassar os 30 pontos, e ultimamente vem registrando índices menores que as novelas das seis e das sete, que ainda se destacam com histórias melhores.

.

Fonte: TV Foco