Professor Pasquale (Foto: Reprodução)Figurinha carimbada na TV, o professor de língua portuguesa Pasquale Cipro Neto, o Professor Pasquale, resolveu corrigir um erro da Ministra do STF Carmen Lúcia.
Isso porque ela, que assumiu a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), disse não querer ser chamada de “presidenta”. “Eu fui estudante e eu sou amante da língua portuguesa.

Eu acho que o cargo é de presidente, não é não?”, argumentou, alfinetando a Presidente Dilma.
Em sua coluna no jornal Folha de S.

Paulo, nesta quinta-feira (18), o professor contestou a explicação da ministra e afirmou que o termo “presidenta” está correto. “Na sua edição de 1913, o dicionário Cândido de Figueiredo registra ‘presidenta’, como ‘neologismo’.

Um século depois, esse ‘neo-‘ perdeu a razão”, observou.
“A edição de 1939 do ‘Vocabulário Ortográfico’ registra o termo.

A última edição de cada um dos nossos mais importantes dicionários e a do ‘Vocabulário Ortográfico’ também registram”, prosseguiu.
Vale dizer que a intelectual Pilar del Rio, viúva de José Saramago, também entrou numa discussão séria recentemente com um jornalista português afirmando ser “presidenta e não presidente”.

“Só os ignorantes me chamam de ‘presidente’”, afirmou ela.

.

Fonte: TV Foco