O ator e comediante Carlos Villagrán, o eterno Quico da série mexicana “Chaves”, tem se dedicado constantemente e feito aulas de português para as gravações do filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, de Danilo Gentili, com estreia prevista para janeiro do ano que vem. Quico está tendo aulas com a professora Rita Britto, uma mineira de Belo Horizonte, que mora no México há mais de cinco anos. São duas horas por dia, 10 horas por semana.

Até o mês passado, as aulas eram presenciais; agora estão sendo realizadas através da plataforma de vídeos Skype devido a sua turnê de despedida do personagem em países da América Latina. Empolgado, o ator tem comemorado o seu avanço na língua portuguesa.

“Villagrán está feliz e tem se dedicado diariamente. Antes, ele encontrava dificuldades por conta das vogais ‘e’ e ‘o’, mas agora conseguiu aprender os dois sons”, informou o assessor do comediante no Brasil, Adriano Barros, em contato com a reportagem do UOL.

Villagrán fará um filme baseado no livro homônimo do humorista e apresentador do SBT Danilo Gentili, que conta seus anos na escola. Na história, Quico irá interpretar “um diretor que está implemenando medidas que poderá transformar para sempre o ensino no Brasil”.

Este será o primeiro longa de um ator da série “Chaves” feito no país. Durante a assinatura do contrato, em fevereiro, Villagrán brincou dizendo que este filme não serve para nada.

“É brincadeira! Será um trabalho para toda a família”, disse ele, na ocasião. Em seguida, Gentili comemorou afirmando que nunca imaginou que pediria um autógrafo do ator mexicano em um contrato de filme.

O filme terá direção de Fabrício Bittar, diretor do “MTV Sports”, e roteiro do próprio Gentili. As filmagens começam em julho e os testes para a escolha do elenco já foram iniciados.

Carlos Villagrán deixou a série mexicana no ano de 1979, após uma suposta rixa com o Roberto Gomez Bolaños, o Chaves. 
.

Fonte: Uol Televisão