Cristianne Fridman A Record, há algum tempo, resolveu dispensar vários dos seus autores de novelas de sucesso, como Lauro César Muniz, Cristianne Fridman e Gisele Joras, e não pretende chamá-los de volta para um novo contrato fixo por um bom tempo.
Isso porque, de acordo com o colunista José Armando Vannucci, a decisão da emissora foi deixar a sua dramaturgia destinada à temas bíblicos, enquanto as novelas tradicionais ficarão mais encolhidas, com apenas o horário das 18h destinado à elas.
Essa faixa fica com tramas de época ou urbanas contemporâneas, e para isso, ela vai contratar autores por obra específica, diferente do que vinha fazendo desde 2005.

A ordem é investir com mais força no que está dando mais resultados.

.

Fonte: TV Foco