Domingos Meirelles apresenta o “Repórter Record Investigação”Há exatos oito anos, o País parou com a descoberta de um dos casos mais brutais da crônica policial brasileira. O Repórter Record Investigação desta quinta-feira (05/05), às 23h30, revela com exclusividade a verdadeira história dos “Canibais de Garanhuns”, trio amoroso selvagem que aterrorizou, matou e praticou rituais de canibalismo com mulheres, no agreste brasileiro.
Próximos de sentarem no banco dos réus, com prováveis condenações de décadas de isolamento, Jorge Negromonte e Bruna Oliveira quebram o silêncio e contam em detalhes como, em parceria com Isabel Cristina, atraíram as vítimas para cometer crimes bárbaros, na casa onde viviam.

São depoimentos estarrecedores que se encaixariam perfeitamente numa trama de terror hollywoodiana.
Pela primeira vez, a testemunha mais importante do caso fala com uma equipe de reportagem.

A garota é filha da primeira vítima dos “Canibais” e foi adotada pelos assassinos.  “Ele é canibal.

Cortou a cabeça dela e a estuprou”, revela ela. E o criminoso conta por que decidiu adotá-la.

Na primeira audiência no tribunal, Jorge Negromonte diz friamente que matou porque queria purificar o mundo: “Nós três estávamos só escolhendo pessoas boas para o nosso ritual”.
Os repórteres também tiveram acesso exclusivo ao processo, com mais de três mil páginas, em que Isabel Cristina, a mulher de Jorge, narra o episódio sobre a coxinha, recheada de carne humana, feita pelos três: “A gente cozinhava a carne direitinho, fazia a coxinha e comia”.

E ainda: os filmes de terror que o trio gravava.  O programa teve acesso às gravações que os canibais faziam, encenando, na ficção, os crimes que, longe das câmeras, cometeriam anos mais tarde.

O Repórter Record Investigação, apresentado por Domingos Meirelles, é exibido às quintas-feiras, às 23h30, logo após o Câmera Record.

.

Fonte: TV Foco