De volta ao mercado após 40 anos sendo publicada pela editora Abril, a revista “Playboy” divulgou nesta sexta-feira (8) a primeira capa com Luana Piovani. A publicação chega às bancas na próxima terça, no mesmo dia em que haverá uma festa de lançamento em São Paulo. Aos 39 anos, Piovani aceitou posar nua pela primeira vez pela mudança de conceito da revista.

“Não sou obrigada a botar dedinho na boca e posar de quatro para fazer ‘punheteiro’ gozar. Sensualidade tem que ser natural”, afirmou.

  “Quis fazer a nova Playboy para mostrar para todo mundo que a mulher bonita é bonita com o peito que ela tem, o corpo que ela tem”, completou. Na foto de capa, feita em preto e branco, Piovani aparece cobrindo os seios.

A única descrição desta primeira edição é o primeiro nome da atriz. A sessão de fotos, feita pelo fotógrafo Christian Gaul, foi realizada em uma mansão no bairro de Santa Teresa, zona Central do Rio de Janeiro.

 Nova “Playboy” A  “Playboy”, que ficou quatro meses sem ser editada, passa a ser publicada pela PBB Editora. A primeira edição desta nova fase da revista terá uma entrevista com o jogador Neymar, que fala sobre assédio, Copa do Mundo, namoro e a relação com o pai.

  Na mesma edição, a modelo Lea T. Cerezo abre o jogo sobre a cirurgia de mudança de sexo, o encontro com a natureza e o relação com sua família.

  A revista ainda traz reportagens sobre os advogados de defesa dos principais acusados da Lava Jato, uma matéria sobre Wakaliwood, um reduto periférico de Uganda que se destaca por produzir filmes ultraviolentos e de baixo orçamento e uma pensata exalta e valoriza os peitos pequenos.  Um time de colunistas se apresentam na primeira edição, com textos autorais de Alexandre Borges, Juliana Frank, Luana Piovani e Mauro Beting.

 Nudez frontal: “Não será obrigatória” A revista “Playboy” terá um novo conceito editorial. Em comunicado enviado à imprensa, a publicação reafirmou o reposicionamento da marca e sua nova filosofia.

“Na nova Playboy, a mulher não será objeto de nudez, ela terá voz na revista e suas histórias de vida serão valorizadas A nudez irá sempre existir, o que muda é o tom e o olhar sobre essa estrela”, diz o texto.  Assim, caberá às musas estabelecerem o limite do nu.

No caso de Piovani, ela se despiu totalmente para as fotos – inclusive foram feitos registros de nu frontal da atriz.  Ao UOL, o vice-presidente e publisher André Sansevrino  informou que não serão mais pagos cachês para as mulheres que aceitarem aparecer na publicação.

O desafio da nova “Playboy” é resgatar o prestígio e glamour da revista que, no entender de Sanseverino, se perderam com o tempo: “Queremos ter uma revista bacana para que as mulheres sintam novamente orgulho de ser capa da ‘Playboy'”. 
.

Fonte: Uol Televisão