Galvão se revolta com atitude dos jogadores da seleçãoimagem: Reprodução/TV GloboA Seleção Brasileira se saiu mal durante a partida que disputou com o Iraque na noite deste domingo (7), pelas Olimpíadas Rio 2016. Apesar do empate da nossa seleção, o resultado foi considerado vergonhoso e os jogadores deixaram o estádio vaiados pelo público presente.
Mas se engana quem acha que foi apenas o público que se revoltou com o desempenho dos nossos jogadores.

Galvão Bueno que narrava o jogo e entrou com uma transmissão após a partida para comentar o resultado, ficou revoltado com os jogadores. Isso porque, após o fim da partida, todos eles se negaram a falar com a Globo, que geralmente é a única emissora aberta a ficar posicionada dentro dos estádios.

“As milhões de pessoas que estão em casa têm direito, sim, de ouvir. O seu ídolo, o seu jogador, aquele que joga com a camisa da seleção brasileira.

É feio, muito feio, não é profissional, não é ético e não é correto, sair de campo o time inteiro e se negar a falar. Alguém tinha que assumir e falar”, disparou o narrador visivelmente irritado.

Galvão chegou até a contrariar o ex-jogador Ronaldo, que participou da transmissão como comentarista. “Acho que eles vão falar depois de tomar banho, esfriar a cabeça, são jogadores jovens, é de praxe”, tentou minimizar Ronaldo, ao que o narrador rebateu: “É, mas não está certo”.

A presença do ex-tenista Gustavo Kuerten no estúdio também foi usada por Galvão para criticar os jogadores da seleção. “Quantas vezes você perdeu? Normalmente se perde mais do que se ganha.

Mas se negou a falar?”, questionou ele.
“Acho que nunca na minha vida, porque na derrota também tem coisas boas para falar.

E nas derrotas é que a gente acorda no outro dia e melhora”, respondeu Guga.

.

Fonte: TV Foco