Foto: divulgaçãoApós 12 derrotas consecutivas,  o “É de Casa”, programa matinal de sábado da Globo, começou a se estabilizar na audiência e  veio numa crescente, até estacionar na casa dos 6-7 pontos, e garantir, sem  muita folga, a liderança no horário.
Após seis meses, desde 7 de novembro do ano passado, o “É de Casa” não fechava em segundo lugar na Grande São Paulo. Esse “jejum” foi quebrado no último sábado, quando o programa de variedades que tem seis apresentadores perdeu para o SBT e marcou 6,7 de média, ante 7,0 da emissora de Silvio Santos.

Apesar da audiência sempre desconfortável, o matinal segue firme e forte, mesmo sendo ameaçado até pela Record, com o “Fala Brasil Especial” e o “Esporte Fantástico” em alguns momentos. A relação é simples: o alto faturamento, coisa inviável com programação infantil, que antes ocupava o horário, é a chave para a manutenção do programa, que ainda abre espaço para várias ações de merchandising durante toda a sua  duração.

.

Fonte: TV Foco