Finalmente a espera acabou e a tão misteriosa e aguardada sexta temporada de “Game of Thrones” estreou neste domingo. Tudo começou onde terminou. Na primeira cena, Jon Snow está estirado e ensanguentado no chão, onde foi atacado.

Fantasma, seu lobo gigante faz vigilia ao lado de seu corpo e uiva, o que chama a atenção de Lorde Davos Seaworth. Então o suspense começa.

Muito suspense, pois nada muito revelador acontece com o bastardo de Winterfell.
No primeiro episódio vemos também Arya e Sansa Stark trilhando caminhos um tanto incertos, além dos irmãos Cersei e Jaime Lannister lamentando e prometendo vingança à morte de sua única filha, Myrcella Baratheon.

Tyrion e Varys permanecem em Meeryn, mas parecem não conseguir acalmar a revolta dos cidadões, que clamam pela volta e também pela morte de Daenerys Targaryen, que foi levada por Drogon. Sabemos que ela foi encontrada pelos Dohtrakis, mas o que acontecerá depois é incerto.

A mulher vermelha, Melisandre, protagonizou uma cena tanto importante, quanto duvidosa. Ao despir seu colar de rubi vermelho, ela revela sua verdadeira aparencia, o que nos deixa curiosos, pois não ficou claro, se ela perdeu a fé e seus poderes, se foi abandonada pelo seu deus, ou se foi proposital.

Apesar dos vários teasers e fotos publicadas, a emissora e produtora do seriado manteve em segredo o destino de muitos personagens, como Jon Snow e Stannis Baratheon, que mesmo confirmado pela HBO que o personagem estava morto, ouve muita especulação. A série já matou muitos personagens que ainda estão vivos nos livros “As cronicas de Gelo e fogo” escrito por George R.

R. Martin.

Então fica a dúvida: Será que Jon Snow é tão crucial para a história? Será a morte de Jon é mais um spoiler do sexto livro que ainda não foi finalizado?
Com tantas questões só nos resta esperar o inverno chegar e ver o que acontece.

.

Fonte: TV Foco