Solange Almeida e Xand estiveram no programa “De Cara”, da rádio carioca FM O Dia, e não fugiram do assunto mais polêmico do mundo do forró quando questionados pelos apresentadores: a rixa entre Aviões do Forró e Wesley Safadão.
“Ele conseguiu chegar onde chegou porque persistiu. Ele dançava.

A mãe dele é a pessoa mais responsável por isso [o sucesso]. Era ela que pegava o filho lá de trás do palco e colocava para dançar.

Ele era dançarino da banda Garota Safada, e só depois virou cantor. Quando o Wesley cantava, tinha outro cantor [de apoio] que também cantava com ele”, revelou Solange.

Ela também disparou: “O Wesley tinha 16 anos na época que eu o conheci. Admiro demais sua persistência, sua força de vontade, de querer cantar.

E vou dizer, ele foi a maior surpresa pra mim. O Wesley não cantava p… nenhuma.

É um mérito dele, dele mesmo. Hoje ele está aí despontado e nós não estamos incomodados, de verdade”.

“A gente vem há 14 anos tentando ter um camarim legal, tentando ter um palco legal, um som legal. Para mostrar que o nosso show é igual um show da Ivete [Sangalo], da Beyoncé.

Tudo que elas usam, a gente usa também aqui no Brasil. Levamos muito na cara, por 14 anos, para o Safadão e Simone e Simaria chegarem e já está tudo bem para eles”, concluiu Xand.

.

Fonte: TV Foco