A cantora Valesca Popozuda relatou em sua biografia, “Sou Dessas”, que se viu envolvida num relacionamento abusivo, com agressões e ameaças de morte. Ela lembra a história tensa no livro.

“Convivi com ele por um ano e alguns meses.

No início era uma pessoa maravilhosa, boa, tinha um papo agradável. Ele era muito atencioso.

Como eu era novinha, acreditava que o ciúme era normal, que era um jeitinho de mostrar que me amava… Até que o ciúme foi aumentando e ele me proibiu de ter amigos homens… Logo após essa proibição veio a intervenção das roupas que eu usava… O cara queimou diversos shorts e blusas curtas meus. Eu sabia que era por ciúme, mas achava que não tinha nada demais… A gota d´água aconteceu numa festa…”, contou ela.

E continuou com o relato. “Meu namorado foi dominado pela fúria e saiu me arrastando pelo braço na frente de todo mundo.

Eu tentava me desvencilhar, mas ele, por ser bem mais forte, me arrastou até o canto e disse que eu estava me oferecendo para todo mundo… Quando cheguei em casa e fui arrumar minhas coisas, ele gritava e batia na porta, dizendo que dali eu não sairia. Se eu insistisse na ideia, sairia dali morta.

Fiquei gelada, acuada… Temia pela minha vida e pela da minha mãe. Um dia esperei ele sair para trabalhar e fugi para a casa de uma conhecida.

Fiquei lá por alguns dias, até que ele descobriu. Recebi muitas ameaças de morte e insultos”.

.

Fonte: TV Foco