Na madrugada desta quinta (18), William Waack e Cristiane Dias se desentenderam. Cris resolveu chamar atenção dele que não a cumprimentou no início do “Jornal da Globo“. “Boa noite, boa noite a todos, agora finalmente ele me deu um “oi” né, mas tudo bem, o momento pedia pressa”, ironizou ela.

Waack ficou visivelmente constrangido, e quando Cris chamou uma matéria sobre vôlei ele a interrompeu: “Vamos, vamos falar de vôlei”, como se dizendo que era ela que estava fugindo do assunto. Nisso, Cris parou o que estava falando, olhou para ele e disparou: “Você quer continuar?”, e recebendo negativa do âncora seguiu dizendo as notícias.

O fato é que não é de agora que o âncora não se dá bem com os colegas de trabalho. Com Christiane Pelajo, ele chegou a ler uma notícia que seria anunciada por ela.

“Sou eu”, disse Cristiane. “A seguir, confirmado o primeiro caso de ebola em Nova York”, repetiu a noticia que já havia sido lida.

William  foi apontado como pivô da saída de Pelajo do “Jornal da Globo” .  Sobre as suposições, o  diretor-geral, de jornalismo da emissora, Ali Kamel, distribuiu comunicado informando que Pelajo não apresentaria mais o “Jornal da Globo”, a pedido da própria, que estaria infeliz com o horário tardio de trabalho .

Por fim, uma das gafes mais conhecidas. O jornalista anuncia a repórter Zelda Melo, que está em um link ao vivo em São Paulo, e a chama de “Zelda Merda”.

.

Fonte: TV Foco