Afrânio (Antonio Fagundes) se revolta e promete destruir Santo (Domingos Montagner) (Foto: Reprodução)Revoltado com Santo (Domingos Montagner) assumindo a presidência da cooperativa, Afrânio (Antonio Fagundes) conversará com seu advogado.
“Meu fornecedor estava com o caminhão a caminho da fazenda para me entregar as frutas quando aqueles vagabundos interceptaram ele. Armados!”, dirá Afrânio.

“Quanto a isso o senhor foi bastante claro. E está na ocorrência.

O que preciso entender é o que o senhor pretende reivindicar? E de quem?”, questionará o advogado.
“Eu quero cada centavo que aquela maldita cooperativa me fez perder! Mais danos morais e tudo o que a lei disser que está ao meu alcance”, responderá o coronel.

O advogado pedirá para ver o o contrato de Afrânio com seu fornecedor, mas ele dirá que foi tudo apenas apalavrado. “Meu trabalho é ser franco com o senhor, coronel: para os negócios o acordo verbal pode ter lá o seu valor, mas, aos olhos da lei, sem um instrumento, fica mais difícil reivindicar qualquer coisa”.

“Contrato por contrato, doutor, o dele com a cooperativa também não tem! E, se tinha, se perdeu, isso eu mesmo posso lhe garantir”, responderá Afrânio, sem saber que Cícero (Marcos Palmeira) não conseguiu destruir o contrato de Edenilson e que os papéis ficaram com Lucas (Lucas Veloso).
Mais tarde, Afrânio comentará o assunto com Carlos Eduardo (Marcelo Serrado).

“Depois que Santo levantar aquele negócio, ninguém mais derruba! Agora, se a cooperativa se afundar, ele afunda junto! Eu compro a fazenda e tiro de nosso caminho para sempre a lembrança dessa família de retirante!”.

.

Fonte: TV Foco