Em “Velho Chico”, Santo (Domingos Montagner) finalmente descobre que é o pai biológico de Miguel (Gabriel Leone). As cenas irão ao ar no dia 1º, na novela “Velho Chico”. “Quer dizer que… quer dizer que eu tenho um filho? Um filho homem? E você escondeu meu filho de mim, Tereza (Camila Pitanga)?”, questiona.

Tereza confirmará, e os dois terão uma briga, pois Santo não aceita o fato da amada ter escondido um filho por tanto tempo. Mas a morena tentará reverter a situação, e dirá que enviou cartas para o fazendeiro, que nunca as respondeu.

Eles só não imaginam que Luzia (Lucy Alves), escondeu todas as cartas.
Após o tumulto e já de cabeça fria, Santo resolve contar a família sobre o filho bastardo.

 Assim, o agricultor organiza um jantar para contar a novidade. Pensando em tornar tudo o mais agradável possível, Luzia fica sabendo da novidade antes de todos.

O presidente da cooperativa gagueja ao dizer que “parece” que Miguel é seu filho e teme a reação da esposa. Mas ela finge surpresa e destaca a crueldade dos de Sá Ribeiro ao esconder a verdade de todos.

Antes mesmo do jantar começar, Bento (Irandhir Santos) criará uma confusão ao ver o neto de Afrânio, a quem tem um ódio profundo, chegar para jantar com eles, mas Santo o repreende e revela que Miguel é também da família.
“É que depois desses ano todo e de tudo que passâmo, é a primêra vez que sento nessa mesa e sinto ela completa ôtra vez.

Des’que painho se foi, num teve um só dia que num senti um vazio nessa casa, e num teve um só dia que num senti um vazio aqui dentro. Era como se faltasse alguma coisa que eu num sabia o que era.

E eu já tinha me conformado que nunca ia descubrí. E hoje eu sinto, pela primeira vez des’que ele se foi, que Deus me deu mais alguém pra prenchê o vazio que meu pai dêxo em minha vida”, falará Santo, olhando para Miguel.

A comparação deixa Bento ainda mais irritado, mas Santo explica que no mesmo dia em que Deus levou o pai, também trouxe um filho para aquela família. “E hoje, depois de tantos anos, esse filho está aqui com a gente”, completa o agricultor.

Emocionado, Miguel continua o discurso dizendo que a vida acaba de ganhar um novo sentido, pois ele vê em cada um naquela mesa uma parte de si que ele não conhecia. “E só eu sei o quanto me fez falta”, desabafa o rapaz.

Depois do discurso, sem conter a emoção, Santo vai para a varanda e começa a chorar, emocionado. Miguel vai logo atrás e agradece ao pai: “Gostaria de agradecer pelo que fez lá dentro.

E também por tudo o que tem feito por mim. Parece que fez mais do que fizeram pela minha vida inteira”, afirma o jovem.

O dono da cooperativa lembra que foi ali que ele se despediu do pai. Então uma brisa alcança os dois na varanda e Miguel diz que gostaria de ter convivido com seu outro avô.

“De um jeito ou de outro, ele te conhece. Painho não recusaria a bênção para um neto”, conclui o agricultor, abraçando o filho pela primeira vez.

.

Fonte: TV Foco