Santo (Domingos Montagner) está mesmo passando por um momento difícil de sua vida. Após quase morrer, ele descobrirá que não é pai de Olívia (Giullia Buscacio). Quem contará é a própria mulher, Luzia (Lucy Alves), assim que o produtor retorna para casa.

“Você tá querendo dizer que Olívia não é minha filha!?!”, diz, incrédulo. “Eu não sabia como dizê, Santo… até porque na minha cabeça a culpa disso era sua também!”, dispara Luzia.

O presidente da cooperativa se surpreende com a afirmação da mulher, que continua. “Você não me quiria! Lhe dei todos os dias de minha vida e, ainda assim, você não me quis!”, acusa a morena.

“Como depois de tudo que você fez você ainda consegue pensar em você? Você tem noção do mal que fez a sua filha e a todo mundo nessa casa e nessa família?”, dispara.
“Durante a vida intêra me arrastâno aos pés d’um homem que nunca me deu o valor!”, afirma.

“Você se deu o valor, Luzia? Me diz?”, rebate Santo. “Eu ia fazê o quê? Contá pra madrinha que tava esperâno um filho de sei lá quem? Tê essa minina sem um pai?”, questiona.

O filho de Piedade (Zezita Matos) joga toda a culpa para a mulher, e ela diz que não se arrepende do que fez: “Me arrependo, não, Santo, porque dei a minha filha o melhor pai que ela poderia tê tido!”, contra-ataca. “Pois eu me arrependo, Luzia… me arrependo do dia que você entrou em minha vida e de todos dias que você ficou por ela também!”, diz ele.

Luzia tenta se aproximar de Santo, mas ele não deixa. “Você não presta…”, diz o fazendeiro.

“Eu nunca lhe pedi muito… só queria que você me amasse! Só queria que você me amasse como você amava aquela…”, responde Luzia. “Não levante o tom para falar de Maria Tereza nessa casa! Tá me ouvindo?”, responde.

Luzia recua, acuada. Mas continua a tentar se desculpar.

“Meu amor por você sempre foi verdadêro, Santo!”. “Pois meu amor por você parece que nunca passou de uma mentira… e cada dia que passa eu entendo um pouco mais o porque!”, rebate o presidente da cooperativa.

A mãe de Olívia afirma que nunca quis mentir para o marido. “Mas quando ví já num tinha ôtro jeito.

Se não fosse você, ninguém ia assumí essa criança…”, acredita. “Essa criança é minha filha! Minha filha! Num é um objeto pra ninguém assumí ou tomá posse… olhe bem suas palavras, porque você tá falando do que há de mais importante em minha vida!”, cresce Santo pra cima da mulher.

Luzia ainda pede que nada mude entre eles: “Me dê uma chance, Santo… só uma! Você vai vê que eu mudei…”, diz. “Eu não quero mais olhar na sua cara, Luzia… nunca mais!”, devolve Santo.

.

Fonte: TV Foco