Divulgação/Record Alvaro Garnero durante viagem para conhecer os rios subterrâneos do mexico Coração de cobra, ovo fecundado de pato e até pênis de jegue e veado fazem parte da gastronomia exótica degustada em viagens do empresário e apresentador Alvaro Garnero pelo mundo – que neste ano completa nove anos à frente do “50 por 1”, no ar como programa independente até 2013 e que atualmente ocupa quadro no “Domingo Espetacular”, ambos na Record.  Foi no Vietnã que Garnero comeu o suculento coração de cobra acompanhado de uma “cálice” de sangue do réptil. A experiência foi “espetacular”, ele garante.

“Fomos a um vilarejo, e lá eles abrem a cobra na sua frente, tiram o coração, você come e bebe o sangue. Olha, para descer foi difícil, mas é afrodisíaco”, lembra o apresentador, em entrevista ao UOL na sede da Record.

Ele também encarou sangue fresco de bezerro ao visitar uma tribo Masai, no Quênia. “Eles não comem nada que vem da terra, só carne, leite.

O cacique pegou uma flecha e acertou o bezerro, encheu a cumbuca de sangue e eu bebi. Quando foi para o ar, meu médico me ligou bravo dizendo que eu era irresponsável porque poderia me contaminar e nunca mais me curar”, conta.

 
.

Fonte: Uol Televisão