(Foto: Divulgação/TV Globo)Walcyr Carrasco vem consolidando cada vez mais o título de melhor autor de novelas da Globo na atualidade. O que conta muito para isso é o fato de escrever bons folhetins para todas as faixas da emissora e o sucesso alcançado por eles.
Nesta terça-feira (12), “Eta Mundo Bom”, seu atual folhetim, que vai ao ar às 18h, bateu recorde de audiência com a cena de reencontro de Anastácia (Eliane Giardini) com Candinho (Sergio Guizé).

A novela obteve 32, 4 pontos, melhor média da faixa desde 2010.
Em entrevista ao colunista Mauricio Stycer, do porta “UOL”, o autor revelou que foi às lágrimas ao assistir a cena do reencontro.

“Chorei muito!”, disse ele.
Com o reencontro entre Anastácia e Candinho ocorrendo praticamente na metade do folhetim, que tem final previsto para depois de agosto, muitos imaginam que Walcyr tem diversas “cartas na manga” para sustentar a história com bons conflitos até o fim.

No entanto, o autor explica que vai definindo o rumo da história conforme assiste os capítulos. “Eu não sei se tenho tantas cartas na manga.

Não dá pra adiantar, porque eu assisto a novela todos os dias e vou escrevendo à medida que vejo os capítulos. É a sensação que ele me proporcionam que me dá novas ideias”, afirmou.

Perguntado se a personagem Maria (Bianca Bin) acabou ofuscando Filomena (Debora Nascimento) e se tornou a protagonista feminina da trama, Walcyr respondeu: “No meu jeito de escrever novela, e esta não é a primeira vez, em alguns momentos certos atores comandam a trama, depois a história passa para outro e assim vai. A Bianca Bin está fazendo um trabalho maravilhoso, mas justamente agora estamos entrando firmemente na história de Filomena”.

Walcyr Carrasco.

.

Fonte: TV Foco