Walcyr Carrasco, autor de “Êta Mundo Bom”(Foto: Reprodução/Gshow)Novela das seis da Globo, “Êta Mundo Bom” tem em sua história o cegonho, “ave” preferida de Mafalda (Camila Queiroz) e das personagens do núcleo rural da trama. O autor Walcyr Carrasco diz ter ficado surpreso com o sucesso e revelou como criou o “personagem”.
“Inicialmente, ia ser só uma cena.

Ele [cegonho] foi crescendo e virou, praticamente, um personagem! Quando eu era criança, diziam que a cegonha trazia os bebês. Pensei: vou escrever a explicação na forma de como seria na época.

Mas nunca achei que o público fosse entender a metáfora da cegonha, então, inventei o cegonho, o marido da cegonha. Pegou tanto que estou surpreso até agora!”, revela Carrasco.

Mafalda (Camila Queiroz) em cena de “Êta Mundo Bom”(Foto: Divulgação/Globo)O autor global ainda disse ser fundamental que ele próprio também se emocione quando escreve a novela: “É muito importante que a minha emoção esteja no ar. Quando escrevo, se é uma cena triste, começo a chorar no computador.

Se é engraçada, começo a rir. Me emociono e torço”.

+Resumo de “Sol Nascente”; capítulos de 29/08 a 03/09/16

.

Fonte: TV Foco