Foto: reprodução.Recentemente houve um troca-troca entre a sede da Record de Osasco, e a filial do Rio de Janeiro. William Travassos e Tino Júnior inverteram os comandos de seus programas.

O sotaque de Tino é inegável, e quem assiste o “São Paulo No Ar” ou o “Balanço Geral Manhã”  pode comprovar que ele é carioca, e até agora, ele é bem visto entre os colegas de trabalho e nenhuma reclamação sobre o apresentador se tornou pública.
Já no Rio, a situação está bastante diferente, e segundo o jornal “O Dia”, William não é bem cotado pelos funcionários da redação do  informativo que comanda, o “RJ No Ar”,  tendo já ganhado fama de antipático.

Nos bastidores, ele é visto como “muito sério e formal”, e o fato de nem cumprimentar os colegas no elevador também não ajuda muito. Isso a Fabíola Reipert não conta.

Mas o Léo Dias sim.

.

Fonte: TV Foco