O placar inalterado até indica duelo sonolento entre Corinthians e Grêmio, na estreia pelo Brasileirão. Ledo engano. A frieza do 0 a 0 fica muito aquém de explicar o duelo aberto, com boas chances para marcar dos dois lados, neste domingo, na Arena Corinthians.

O empate sem gols concede apenas um ponto a cada um na tabela. Mas as boas atuações de Timão e Tricolor servem de consolo para curar a ressaca após as eliminações de ambos na Libertadores e nos estaduais.

 Veja aqui todos os lances e informações da partida, com vídeos exclusivos. LEIA MAIS> Veja a tabela completa do Brasileirão> Confira como foi o jogo em todos os lancesCom o resultado, Grêmio e Corinthians somam um ponto cada no Brasileirão e ocupam a 8ª colocação, junto a Ponte Preta e Figueirense – podem ser ultrapassados por Inter ou Chapecoense, no jogo das 18h30.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, às 16h, quando encara o Vitória no Barradão, pela 2ª rodada do Nacional. No mesmo dia e horário, o Tricolor recebe o Flamengo, na Arena.

No duelo entre o mentor Tite e o aprendiz Roger, Corinthians e Grêmio travaram uma primeira etapa de bastante equilíbrio e disciplina tática, com muita compactação na defesa. O Tricolor foi levemente superior, graças às duas chances claras criadas por Bolaños e desperdiçadas por Giuliano e Bobô na cara de Walter, aos 7 e aos 20.

Os gremistas relaxaram, porém em seu sistema de marcação alta e permitiram que os rivais furassem suas linhas defensivas em arrancadas. Assim, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel chegaram à área, mas não criaram grande perigo a Marcelo Grohe.

Foram 12 finalizações do Timão, e seis, dos visitantes. O embate acirrado nos 45 minutos iniciais deu lugar à pressão do Corinthians no segundo tempo.

O Timão adiantou sua marcação e deu nova dinâmica ao jogo. Assim, infernizou a defesa do Grêmio, com arrancadas pelos dois lados do campo, mas não conseguiu traduzir o volume ofensivo em efetividade.

Foi o Grêmio, inclusive, quem levou mais perigo. Aos 26, Bobô recebeu dentro da área e mandou de voleio, na saída de Walter.

A bola triscou a trave. A resposta dos paulistas veio aos 44.

Luciano recebeu dentro da área e chutou prensado, para fora, com muito perigo. Giovanni Augusto ainda obrigou Marcelo Grohe a salvar com a ponta dos dedos.

Nada que tenha alterado o zero no placar.
.

Fonte: Globo Esporte