Ok, o Atlético-MG venceu mais uma no Campeonato Brasileiro. O 1 a 0 em cima do Atlético-PR foi o sétimo triunfo seguido do time jogando em Belo Horizonte. Mas os três pontos conquistados no Independência, neste domingo, não podem mascarar erros que o time voltou a repetir.

Assim como na derrota para o Santos, a defesa voltou a falhar. Mas, para a sorte do Galo e da torcida que encheu o estádio do Horto, o goleiro Victor estava numa manhã/tarde inspiradora.

E salvou os comandados do técnico Marcelo Oliveira com defesas importantíssimas, principalmente no segundo tempo (veja uma delas no vídeo acima).Lento, o zagueiro Ronaldo Conceição ficou devendo.

O volante Leandro Donizete, sempre um dos destaques do Atlético-MG, chegou a dar calafrios no torcedor – quase entregou em dois lances no segundo tempo (veja um lance no vídeo abaixo) e teve dificuldades para conter o meio-campo do Furacão. Talvez tenha sentido falta de Rafael Carioca ao seu lado.

Para piorar, o ataque pouco criou. Tanto é que o único gol do jogo foi de pênalti, marcado por Robinho no fim do primeiro tempo.

 O técnico Marcelo Oliveira, inclusive, comentou que o adversário criou mais do que o esperado.- Achei que o Atlético-PR chegou mais do que poderia
chegar, era preciso ter mais consistência defensiva, erramos na bola parada
também, em um lance o jogador cabeceou sozinho na área e tínhamos que fazer
contra-ataque, escolhendo a melhor jogada.

Hoje foi assim, mas esperamos que a
gente possa fazer de um melhor jeito nas próximas rodadas.Os erros serão discutidos pelo treinador durante os dois treinos antes do jogo contra a Ponte Preta, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Marcelo continuará sem Fred, que já atuou pela competição com a camisa do Fluminense. Também seguem fora Cazares, Luan, Erazo e Júnior Urso, no departamento médico.

.

Fonte: Globo Esporte