O Atlético-MG se reapresentou após a goleada por 4 a 0, sobre o Melgar, do Peru, na Cidade do Galo, com uma boa notícia. O atacante Carlos, que deixou o jogo contra os peruanos com apenas 15 minutos em campo, por causa de uma entorse no tornozelo, não teve lesão confirmada, após exame de imagem.LEIA TAMBÉM:>> Vídeo revela imagens de projeto do futuro estádio do Atlético-MG.

Assista>> Simulador: Galo tem três prováveis caminhos nas oitavas da LibertadoresO jogador passou por cirurgia nos ligamentos do tornozelo direito, há três meses, mas a entorse não foi no local do procedimento cirúrgico. Carlos foi a campo nesta sexta-feira, porém, fez apenas trabalhos físicos.

Correu ao redor do campo sob orientação do fisiologista Roberto Chiari e não se queixou de dores. Porém, deve ser poupado do jogo contra a URT, neste domingo, às 16h (de Brasília), em Patos de Minas, na primeira rodada das semifinais do Campeonato Mineiro.

Na atividade, Diego Aguirre orientou os reservas e quem atuou menos de um tempo contra o Melgar. O meia Dátolo e o atacante Clayton treinaram com intensidade e vão integrar a delegação que viaja neste sábado para Patos de Minas, após a atividade pela manhã.

Dátolo retorna ao time depois de um mês, por conta de estiramento na coxa esquerda. A dúvida é se o argentino começa jogando ou se o técnico Diego Aguirre irá manter o esquema com os três volantes em campo, ou até mesmo com a presença de Clayton participando da linha de ataque, na vaga de Luan.

 Quem jogou contra os peruanos fez apenas academias e piscina nas dependências da Cidade do Galo.
.

Fonte: Globo Esporte