O retrospecto do Atlético-MG no Independência, desde que o estádio foi reformado, é muito bom. São 130 jogos, com 89 vitórias, 28 empates e apenas 13 derrotas no Horto. Poucos times têm um bom retrospecto diante do Galo, e um deles é o Atlético-PR, adversário da equipe alvinegra neste domingo, às 11h (de Brasília).

Em três jogos no estádio, o Furacão venceu dois e saiu derrotado apenas em um.O primeiro encontro entre os Atléticos no Horto foi em 2013.

No primeiro jogo do Galo como mandante após a conquista da Libertadores, que também marcou a despedida do atacante Bernard, o Atlético-PR virou o jogo e venceu por 2 a 1. Em 2014, vitória do time mineiro por 3 a 1, com direito a dois gols contra dos paranaenses.

Na temporada passada, em um jogo marcado pela polêmica arbitragem de Marcelo de Lima Henrique, o Furacão venceu por 1 a 0, com gol de Walter (Relembre o jogo no vídeo abaixo).No geral, pelo Campeonato Brasileiro, o retrospecto entre os times é bastante equilibrado.

São 17 vitórias para cada lado e nove empates. A vantagem do Galo está nos gols marcados, que é de 67 gols, contra 54 do Atlético-PR.

O xará paranaense é um adversário difícil de ser batido no Horto. Aquele time que pode ser considerado chato de jogar.

Na definição do capitão Leonardo Silva, time chato é aquele que incomoda muito, característica do Atlético-PR. – Time chato é aquele que incomoda o tempo inteiro, que marca forte, que
tem um contra-ataque rápido.

É aquele time que não desiste do jogo em
momento algum, e esta é uma característica do Atlético-PR.FUTPÉDIA: confira o histórico de confrontos entre Galo e FuracãoFábio Santos elogia campanha do Atlético-PR: “Não me surpreende”As características do adversário deste domingo também são listadas por Leandro Donizete- Time que marca muito, sai em velocidade.

É difícil pegar esse time. É um time que joga fechado, do meio para trás, só esperando o erro nosso.

Não tem rivalidade alguma não, queremos apenas buscar os três pontos para seguir buscando o líder.Histórico recente, sem rivalidadeApesar de os jogos recentes entre os times estarem na memória dos torcedores, Leonardo Silva nega uma rivalidade com o Atlético-PR e encara a partida como mais um duelo para o Atlético-MG seguir na cola dos líderes do Brasileirão.

– Nós últimos anos nós sempre fizemos bons jogos, Atlético-MG e Atlético-PR. Eles sempre dificultaram bastante, principalmente aqui no Independência, mas não é uma situação que incomode e que a gente fique pensando o tempo inteiro.

Vamos encarar como um jogo difícil e sabemos da nossa responsabilidade.Na quarta posição, com 35 pontos, o Atlético-MG precisa da vitória para se recuperar no Brasileirão e se manter perto dos líderes do campeonato.

Primeiro colocado, o Palmeiras tem quatro pontos a mais que o Galo.
.

Fonte: Globo Esporte