Recém-convocado para a seleção brasileira, o volante Rafael Carioca deixou o jogo mais cedo no empate com a Ponte Preta por 1 a 1, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira. No meio da segunda etapa, o selecionado de Tite torceu o tornozelo esquerdo e saiu de campo mancando bastante, com o local protegido por uma bolsa de gelo (confira no vídeo acima).O médico do Atlético-MG, Rodrigo Lasmar, que também é médico da seleção brasileira, mostrou preocupação com a gravidade da lesão de Rafael Carioca, mas vai esperar os exames que serão realizados, nesta quinta-feira, para avaliar a situação do jogador.

– Uma preocupação não só do jogo de domingo, mas uma preocupação para a Seleção.
Vamos avaliar, fazer exames de imagem amanhã, mas nos deixa preocupado.

Uma preocupação não só do jogo de domingo, mas para a Seleção.
Vamos avaliar, fazer exames de imagem amanhã, mas nos deixa preocupadoNa saída de campo, Rafael Carioca andava com dificuldades.

Como o técnico Marcelo Oliveira já tinha feito as três alterações, acabou deixando o Galo com um a menos. O volante lamentou a situação e revelou estar sentindo muitas dores no local lesionado.

É ruim quando você sai de um
jogo assim. Se eu tivesse condições, continuaria.

Agora não está doendo tanto porque estou com gelo. Tem que esperar o efeito passar pra ver qual a dor que vou sentir.

Está bastante dolorido, vamos esperar
até amanhã para ver o que é.Rocha também é dúvidaAntes da lesão de Carioca, quem saiu machucado foi Marcos Rocha.

Ainda na primeira etapa, o lateral se queixou de dores na coxa direita e deu lugar para Carlos César. O lateral direito ficou de fora por cerca de um mês, após sofrer uma luxação no ombro.

Antes da partida, o Galo já havia perdido o goleiro Victor, que sentiu dores lombares, e é dúvida para enfrentar o Grêmio, domingo, às 16h (de Brasília), em Porto Alegre. 
.

Fonte: Globo Esporte