A CBF implantou duas mudanças na arbitragem do Campeonato Brasileiro, que passam a valer já a partir da próxima rodada (18ª). Uma delas é a adoção de trios fixos – ou seja, sempre que possível, os árbitros vão atuar sempre com os mesmos assistentes. Os trios só serão desfeitos em caso de afastamento ou lesão.

A outra é que os árbitros vão ser avaliados a cada rodada. A CBF criou uma comissão de avaliação que dará uma nota a cada trio que atue nas Séries A e B do Campeonato Brasileiro.

Ao final do ano, os três melhores trios receberão uma premiação em dinheiro. No total, serão distribuídos R$ 500 mil.

Um novo sistema de sorteio também será adotado a partir de agora. A Comissão Nacional de Arbitragem vai selecionar os 20 trios mais bem avaliados, e sorteará entre os jogos.

A única restrição é que quanto à origem dos árbitros: eles não poderão apitar jogos dos clubes dos estados aos quais são filiados. A comissão de avaliação será liderada pelo português Vitor Pereira, que apitou duas Copas do Mundo e foi chefe da comissão de arbitragem da Federação Portuguesa por mais de dez anos.

Além dele, outros dois ex-árbitros farão parte desta equipe: José Roberto Wright e  Cláudio Vinícius Cerdeira.Com base nas notas atribuídas por esta comissão, a CBF vai compor um ranking da Comissão Nacional de Arbitragem no campeonato, que será atualizado a cada rodada.

 Além disso, a comissão de avaliação vai definir as punições a serem aplicadas aos árbitros que cometerem erros e estabelecer um programa de reciclagem com a Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF).
.

Fonte: Globo Esporte