É dia dos namorados, um domingo para celebrar o amor. Mas também é dia de clássico e futebol envolve muita paixão. Neste domingo, Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentaram pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo que marcou a estreia de Fred com a camisa alvinegra, teve um espetáculo à parte nas arquibancadas. Com 90% dos ingressos vendidos para os atleticanos e cerca de 1700 para os cruzeirenses, as duas torcidas travaram um duelo na garganta, enquanto os times buscavam a vitória dentro de campo.

 Nas cadeiras, muitos casais aproveitaram para unir o útil ao agradável. Namoradas e namorados com camisas de Cruzeiro e Atlético-MG.

Nos arredores do Independência, Juliana e Marley caminham com tranquilidade no meio da torcida do Galo, com a diferença que ela estava com a camisa do rival. – Não tem problema nenhum, é a primeira vez que eu venho, mas não estou tendo nenhum problema.

É legal ver esse clima de paz, ainda no dia dos namorados. ProvocaçõesDentro do estádio o clima não é tão amistoso.

Posicionada acima da torcida do Atlético-MG, cruzeirenses arremessavam milho nos atleticanos que ficavam abaixo. Nas mãos balões com a letra “B”, em alusão ao rebaixamento do time alvinegro, em 2005, para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Na garganta, os gritos de repúdio à transferência de Fred para o maior rival. Bernardo Fonseca, torcedor do Cruzeiro, explica como mudou a relação da torcida com a ida de Fred para o Galo.

 – A idolatria acabou, o jogador tinha uma história no Cruzeiro, a gente tinha esperança que ele voltasse, mas a partir do momento que ele vestiu a outra camisa, acabou. “O Fred vai te pegar”Em tom de ironia, a torcida do Atlético-MG respondia com um grito de “Fred, guerreiro, volta para o Cruzeiro”.

Com a rapidez da contratação, não foram vistas camisas com o número do novo atacante do Galo, mas uma máscara com o rosto do centroavante fez sucesso entre os torcedores, sendo vendida por R$ 5,00 nos arredores do Independência. Em campo, o atacante bateu com uma das mãos no escudo enquanto, com a outra, acenava para a torcida atleticana que gritava “O Fred vai te pegar”.

Outro jogador teve o nome gritado ironicamente. Foi Riascos, que faz o primeiro clássico mineiro atuando pelo Cruzeiro.

O atacante colombiano ficou marcado por ter perdido o pênalti, quando atuava pelo Tijuana-MEX, no jogo com o Galo na Libertadores de 2013, conquistada pelo time alvinegro. Os atleticanos gritaram o nome do atacante do Cruzeiro, que não se manifestou diante das provocações.

.

Fonte: Globo Esporte