“O grupo está aberto”. Assim, o técnico Dunga começou seu discurso para anunciar
os 23 convocados para a Copa América Centenário. Ele afirmou que outros
jogadores terão oportunidades no futuro, mas confirmou sete com idade
olímpica na lista: o goleiro Ederson (Benfica), o lateral-direito Fabinho (Monaco), os
zagueiros Rodrigo Caio (São Paulo) e Marquinhos (Paris Saint-Germain), o lateral-esquerdo Douglas Santos (Atlético-MG), o meia Rafinha Alcântara (Barcelona) e o atacante Gabriel (Santos).

Mas estes jogadores ainda não estão confirmados nos Jogos do Rio.- Todos os jogadores da seleção olímpica estão muito motivados, têm um
prazer enorme em jogar na Seleção.

Mas só vamos comunicar para vocês,
quando tivermos uma definição. Já estamos conversando com os clubes – explicou Dunga sobre a negociação com os clubes para a presença dos sete atletas nas duas competições.

Paulo
Henrique Ganso, talvez a principal surpresa da pré-lista de 40 nomes
anunciada na semana passada, não foi convocado. O meia do São Paulo,
porém, recebeu o sinal de que está no radar da comissão técnica e poderá
ter chances nas eliminatórias, no segundo semestre.

Nomes como Kaká, do Orlando City, Oscar, do Chelsea, e Lucas, do PSG, também foram descartados. Os zagueiros David Luiz e Thiago Silva, do PSG, e o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, por exemplo, nem entraram na pré-lista de 40.

– Eu acho que o Ganso estar na lista dos 40 reforça o nosso centro de
inteligência. Agradeço aos nossos colaboradores.

É meritocracia. Os
números referendam essa situação.

Os jogadores têm que saber que estamos
observando, em todos os aspectos. Isso tudo está sendo observado – analisou Dunga.

O técnico
vai aproveitar o período da Copa América para observar de perto
jogadores com menos de 23 anos que estarão nas Olimpíadas. Neymar foi
liberado pelo Barcelona para ser um dos três mais velhos nos Jogos.

Em
contrapartida, o clube europeu determinou que o atacante não fosse
convocado para o torneio nos Estados Unidos.Edição especial em comemoração aos 100 anos da competição, a Copa América Centenário será disputada entre 3 e 26 de junho nos Estados Unidos.

A Seleção começará os treinamentos em 23 de maio, em Los Angeles, e fará um amistoso com o Panamá, seis dias depois, em Denver. O Brasil está no Grupo B e vai enfrentar o Equador (4 de junho), o Haiti (8 de junho) e o Peru (12 de junho).

O coordenador de seleções Gilmar Rinaldi anunciou que dois ex-jogadores foram escolhidos como auxiliares pontuais durante a Copa América: do início da preparação até o dia 29, o cargo será de Juninho Paulista; dessa data até o final da competição, o convidado foi Rogério Ceni. O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, será o chefe da delegação nos Estados Unidos.

>> “Experiência se ganha praticando”, diz Dunga ao explicar jogadores olímpicos
.

Fonte: Globo Esporte