A partida contra o Sport será muito especial para um jogador do Atlético-MG. Diante dos pernambucanos, na Ilha do Retiro, o volante Rafael Carioca completará 100 jogos com a camisa alvinegra. Contratado por empréstimo junto ao Spartak Moscou, da Rússia, ele chegou ao Galo na segunda metade de 2014 e demorou a conquistar seu espaço no time.

Quando começou a virar titular, se machucou e precisou correr atrás novamente.Hoje, nenhum torcedor é capaz de contestar a titularidade e a importância de Rafael Carioca para o time do Atlético-MG.

Feliz pela marca expressiva, ele relembra o início difícil e não esconde a felicidade pelo 100º jogo.É uma marca muito importante na minha carreira.

Eu cheguei um pouco
desacreditado no Atlético-MG, então alcançar uma marca dessa é muito
importante- Muito feliz. É uma marca muito importante na minha carreira.

Eu cheguei um pouco desacreditado no Atlético-MG, então alcançar uma marca dessa é muito importante. Feliz de poder vestir esta camisa.

Se puder fazer mais 100 jogos, vou ficar muito feliz.Da briga por um lugar no time principal a titularidade absoluta, o volante relembra a trajetória até aqui e o jogo que considera mais importante entre os 99 que disputou até aqui no Atlético-MG.

– Foi difícil a chegada aqui, com uma equipe que tinha acabado de vencer a Libertadores e a Recopa Sul-Americana. Os jogadores considerados titulares e eu chegar meio que desacreditado.

Aos poucos fui conquistando meu espaço, tive uma lesão e voltou melhor ainda. Acho que o momento mais marcante foi a final da Copa do Brasil, quando a gente conseguiu vencer o nosso rival na casa deles (relembre a conquista atleticana no vídeo abaixo).

Vai ficar marcado na minha vida. O gol mais bonito, que para Rafael Carioca foi marcado contra o Colo-Colo, na Libertadores 2015, também tem um espaço na memória.

– Acho que contra o Colo-Colo, até pelas circunstâncias da partida, onde a gente precisava vencer. Foi no finalzinho da partida.

Sem dúvida, um dos mais bonitos da minha carreira (Reveja no vídeo abaixo). 
.

Fonte: Globo Esporte