Nenhum time do atual Brasileiro, em nenhum momento até agora, conseguiu um crescimento tão vertiginoso como o Atlético-MG. Há 10 rodadas, a equipe estava na 18ª colocação, brigando contra o rebaixamento, a 12 pontos do líder Palmeiras e sofrendo constantes desfalques por causa do departamento médico. Em 10 jogos, tudo mudou.

O Galo agora está na parte de cima da tabela (sexto lugar), na luta pelo G-4 e bem próximo do líder Corinthians, que tem agora quatro pontos a mais que o time mineiro. Além disso, tem a maior parte do grupo à disposição.

Neste período de 10 jogos, o Galo subiu 12 posições, feito que nenhum outro clube conseguiu na atual competição. Não é à toa que o Atlético-MG é o melhor do Brasileiro, junto com o Santos, nas últimas 10 rodadas.

Foram sete vitórias, um empate e duas derrotas, o que totaliza 22 pontos neste período. A equipe só perde para o time paulista, porque fez menos gols (18 contra 23).

No começo do seu trabalho, o técnico Marcelo Oliveira sofreu com muitos desfalques, e a queda na tabela foi inevitável. Após a derrota no clássico, o time entrou na zona do rebaixamento e piorou mais ainda sua posição ao perder para o Internacional.

Depois, o time cresceu durante a competição, e só não subiu na tabela nas rodadas 13 e 14, quando empatou com o Figueirense e perdeu para o Flamengo, seu último revés.LEIA MAIS>>> Galo tem o ataque mais positivo do futebol brasileiro>>> Dupla PF cresce de produção e aumenta opções ofensivasDesde então, o Galo, que agora só não conta com Marcos Rocha e Cazares (únicos no departamento médico), foi subindo de degrau a degrau para ficar próximo da briga pelo G-4.

Para o Grêmio, em quarto lugar com 31 pontos, o time tem só dois pontos a menos, e quatro de diferença para o líder Corinthians, que tem 33.Acho que todos nós nos
propomos a isso (tirar o Atlético-MG dos últimos lugares).

Não estávamos enfrentando um momento nada bom. Entramos na
zona, uma situação desconfortável para a gente.

A gente se propôs a tirar o
Atlético e colocar o time aonde todo mundo esperava que sejaSe conseguir manter o bom momento e triunfar diante do São Paulo, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela 18ª rodada, e diante da Chapecoense, na próxima segunda, no Independência, pela última rodada do turno, provavelmente a equipe alcançará um dos quatro primeiros postos da competição. O volante Júnior Urso comentou sobre o crescimento atleticano na competição nacional.

– Acho que todos nós nos
propomos a isso (tirar o Atlético-MG dos últimos lugares). Não estávamos enfrentando um momento nada bom.

Entramos na
zona, uma situação desconfortável para a gente. A gente se propôs a tirar o
Atlético e colocar o time aonde todo mundo esperava que seja.

Mas combinamos
para encarar as partidas com mais garra, coração, e foi o que a gente fez – comentou o jogador.Urso deverá ser titular contra o São Paulo, substituindo Leandro Donizete, suspenso.

O técnico Marcelo Oliveira vai começar a definir a escalação no treinamento desta terça, pela manhã, na Cidade do Galo.
.

Fonte: Globo Esporte