Erazo chegou no início do ano, mas já conquistou o respeito dos torcedores e do treinador Diego Aguirre. Titular absoluto da zaga atleticana, ao lado do capitão Leonardo Silva, o equatoriano tem ajudado muito com sua experiência nos jogos da Libertadores. Mas nem sempre foi assim.

O zagueiro atuou também por outros clubes brasileiros. Antes do Galo, a última passagem foi pelo Grêmio, pelo qual se destacou.

No entanto, o período curto como atleta do Flamengo, em 2014, não traz boas lembranças para defensor. – Acho que tudo passa pela adaptação.

No Flamengo foi uma
época muito difícil para mim, eu não tive ninguém que me auxiliasse. Morar
sozinho no Rio também é muito difícil, mas tudo isso faz parte do aprendizado.

Agora estou com muito mais maturidade. Quando o Cazares chegou eu tentei dar
uma assistência para ele, porque sabia que não ia ser fácil.

E vocês veem o futebol
que ele está mostrando.

Mas pode ficar tranquilo, torcedor atleticano.

Além de apresentar um português quase perfeito, o zagueiro garante que está completamente adaptado ao Atlético-MG e ao cotidiano na cidade de Belo Horizonte. – Agora é curtir o momento que estou vivendo e dar minha
vida pelo Atlético, que foi o time que acreditou em mim.

Agora estou me
sentindo muito à vontade. LEIA TAMBÉM:>> Victor publica foto em rede social e indica retorno “em breve” aos gramados>> Mineirão já vende ingressos para Galo e Melgar, pela última rodada da LibertadoresA partida contra o Independiente del Valle, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na cidade de Sangolquí, pode valer a classificação antecipada do Galo para as oitavas de final da competição continental.

Erazo sabe que o adversário deve jogar com tudo pela vitória, já que, além do alvinegro, pega o Colo-Colo, em Santiago, na última rodada. – O Independiente vai pegar duas pedreiras agora, contra a
gente e Colo-Colo lá no Chile.

Eles vão tentar ganhar de qualquer jeito. Eles precisam
da vitória e nós também.

Então, com certeza vai ser um ótimo jogo, muito
pegado. Assim com o treinador Aguirre, Erazo quer a vitória no Equador para que o Galo possa buscar o primeiro lugar geral da Libertadores e ter a vantagem de decidir em casa nas fases de mata-mata da competição.

 – Tudo que for importante para ele é importante para a
gente. É um técnico que sempre procura ganhar, tudo que têm pela frente.

A
gente, se conseguirmos a vitória, com certeza nos classificamos em primeiro
lugar do grupo. E ainda faltando o jogo em casa.

Tomara que consigamos esse
ponto. 
.

Fonte: Globo Esporte