O Atlético-MG lutou bastante, principalmente da reta final do primeiro tempo para frente, quando ficou com um a menos. Em desvantagem numérica, o time alvinegro ainda saiu na frente, mas viu o América-MG empatar e levar o título de campeão mineiro em 2016. Ex-jogador do Coelho, Marcos Rocha viu merecimento no título americano, principalmente pelo que o adversário fez no primeiro jogo.

SAIBA MAISAtleticanos lamentam perda do título, e Victor avisa: “Quarta é o ano em jogo”Seleção do Troféu Globo Minas tem o domínio de finalistas do EstadualAguirre sobre mexidas: “As melhores. Não tenho que dar explicações”- Merecido pelo que aconteceu no primeiro jogo, quando nossa
equipe jogou muito abaixo e o América-MG conseguiu virar situação.

Hoje, com um a
menos, conseguimos criar situações de gol, mas não suficiente. A bola forte do América-MG,
o pivô com Borges e o Danilo, que é ótimo jogador.

..

Mas não podemos desmerecer
nossa luta. Foi importante.

Ainda tivemos um último lance com o Clayton. Foi merecido
pelo que aconteceu na primeira partida, quando não jogamos – lamentou.

Marcos Rocha relembrou o período que defendeu o adversário do Galo na decisão deste domingo, mas já projeta os próximos dois jogos contra o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro, que começa já no próximo final de semana.- Já estive do outro lado, sei como é importante para o
América, que tem jogadores um pouco desacreditados no cenário nacional.

O América-MG
foi buscar, deu oportunidade e agora a gente se vê no Brasileirão.Marcos Rocha, que foi eleito o melhor lateral-direito do Campeonato Mineiro, agora volta as atenções para a Libertadores.

Nesta quarta-feira, o Atlético-MG tem o São Paulo pela frente, às 21h45 (de Brasília), no Morumbi.
.

Fonte: Globo Esporte