O Fluminense corre o risco de perder um de seus principais jogadores nos próximos dias. Fred, ídolo e capitão do Tricolor, tem negociação em andamento com o Atlético-MG. Os dois clubes mantêm sigilo sobre as conversas, mas pessoas ligadas às duas diretorias confirmam as tratativas e classificam a possibilidade como grande.

O Galo já havia demonstrado interesse no camisa 9 no início de abril, quando Fred teve um desentendimento com o técnico Levir Culpi e esteve muito perto de deixar as Laranjeiras. A transação pode envolver jogadores ou apenas uma quantia em dinheiro.

O jogador seria o substituto do argentino Lucas Pratto, que pode deixar o Atlético-MG no meio do ano. Para concretizar a transferência, o time mineiro estaria disposto a ceder o meia Dátolo e o atacante Carlos, ambos por empréstimo, ao Tricolor.

Como já tem seis jogos no Campeonato Brasileiro, o atacante não poderia enfrentar o Grêmio no próximo sábado, em Volta Redonda, para ter condições de se transferir para outro clube da Série A. O limite previsto no regulamento da competição é justamente de seis partidas.

Nesta quarta-feira, aliás, Fred treinou normalmente no time titular de olho na partida do fim de semana. Mas um de seus empresários, Francis Melo, esteve nas Laranjeiras.

Briga com Levir e boa faseFred vive um bom momento no Fluminense. Depois da confusão com Levir, o atacante reencontrou o caminho das redes.

Marcou cinco gols nos últimos oito jogos e passou a se movimentar muito mais pelo campo. Desempenho bem diferente do apresentado durante o jejum de dez jogos sem marcar, o seu maior com a camisa tricolor.

Foi durante essa seca que aconteceu o desentendimento com o treinador. Na vitória por 3 a 1 sobre o Madureira, Fred cobrou Gustavo Scarpa e foi repreendido por Levir.

O comandante o acusou de humilhar o jovem. O camisa 9 não gostou e achou que o treinador estava comandando um processo de fritura contra a sua pessoa.

Foram dias de incertezas e treinos longe do elenco. Até que uma reunião entre as partes aparou as arestas, apesar do desgaste na relação.

Naquele momento, a diretoria conseguiu evitar a saída traumática do ídolo. Era o desejo por toda a história de Fred no Fluminense.

Mas, por mais que provavelmente nunca confirmem de forma oficial, há na diretoria quem seja a favor do adeus do capitão por causa de seu alto custo mensal.
.

Fonte: Globo Esporte