Que Lucas Pratto é o batedor de pênaltis
oficial do Atlético-MG ninguém tem dúvida. Com a camisa do Galo, o argentino
perdeu apenas uma cobrança, na partida contra a URT. Contra o América-MG, pela
primeira partida da decisão do estadual, 
Robinho assumiu a responsabilidade pela penalidade, mas acabou
desperdiçando.

Ao justificar a decisão por
Robinho bater o pênalti, Lucas Pratto foi curto e grosso.- Foi uma decisão dos dois.

Na derrota por 2 a 1 para o
América-MG, o argentino viveu uma situação diferente: começou no
banco. Foi acionado no segundo tempo do jogo por Diego Aguirre.

Apesar do
tropeço, o argentino vê o time com chances de conquistar o título mineiro e, também, de passar de fase na Libertadores.- Temos tantos jogadores de ataque que o treinador preferiu
colocar outros.

No segundo tempo conseguimos melhorar e criar mais
jogadas. Tivemos o pênalti também, com o Robinho.

Ele perdeu, assim como eu
perdi, mas temos condições de classificar quarta-feira e também ser campeões.SAIBA MAISRobinho vê Galo com chances de virar e lamenta pênalti perdido: “Bati mal”Douglas Santos e Hyuri viram dúvida para jogo de 4ª feira pela LibertadoresO gol marcado por Pratto, aos 47 minutos do segundo tempo, é fundamental para o Atlético-MG visando o jogo de volta.

Com a derrota por 2 a 1, o time alvinegro precisará vencer por um gol de diferença ou mais para ser campeão estadual. No entanto, o pensamento volta para quarta-feira, quando o Galo terá o Racing pela frente, pelas oitavas de final da Libertadores, também precisando de uma vitória simples.

.

Fonte: Globo Esporte