O futebol europeu continua com os olhares atentos para dois jovens jogadores do Atlético-MG. O lateral Douglas Santos, medalhista de ouro com a Seleção na Olimpíada, e o atacante Carlos voltaram a ter os nomes sondados por clubes do Velho Continente. Desta vez, foi o Hamburgo que procurou saber informações sobre o lateral, enquanto um clube da elite espanhola sondou a situação do atacante.

 Apesar disso, nenhuma proposta oficial ainda chegou para ambos os atletas. O grande entrave para a saída dos dois é a proximidade do fim da janela europeia, que será na próxima quarta-feira para todos os mercados que procuraram pelos dois atletas.

Junto com o Hamburgo, outros três clubes também procuraram informações sobre Douglas Santos: Barcelona e Valencia, da Espanha, além do Arsenal, da Inglaterra. Mas nenhuma proposta chegou até o momento.

– Até agora, só ocorreram sondagens, do Hamburgo e de outros clubes da Europa, mas nada de concreto até o momento. Acredito que, se chegar, conseguiremos agilizar o processo de transferência.

Mas ele tem que ser bom para todas as partes – ressaltou o empresário de Douglas Santos, Roberto Dantas, em contato com a reportagem.LEIA MAIS>>> Douglas Santos deixa futuro “nas mãos de Deus”>>> Rafael Carioca participa de treino antes de jogo contra o GrêmioO Atlético-MG quer 10 milhões de euros (R$ 36 milhões aproximadamente) para vender o atleta, mas, dependendo da proposta, pode ser que o clube aceite vender o lateral por um valor menor.

 Douglas Santos já fez 101 jogos com a camisa do Atlético-MG e tem contrato até 5 de agosto de 2019. O presidente do clube alvinegro, na última quarta-feira, falou sobre a situação do lateral atleticano e adotou o mesmo discurso do empresário do atleta.

– Se Deus quiser (o Douglas vai continuar). A gente nunca quer ver um craque nosso sair.

Como eu sempre falei, qualquer transação tem que ser boa para o clube e para o atleta, e que não traga nenhum prejuízo para o time de forma técnica. É difícil achar lateral deste nível no mundo.

Não falo de valores. Acho que é o mercado que diz.

A gente sabe muito bem que para sair do Atlético tem que ter uma valorização excelente, porque não é simplesmente uma transação, é uma carreira que o jogador terá fora, é uma carreira que é difícil de competir com o que o Atlético proporciona, centro de treinamento, a cidade que acolhe muito bem, a torcida. Tem que ter muita paciência e saber que se vier alguma coisa só será efetivada se for bom para todas as partes.

Espanha de olho em CarlosNos últimos dias também chegou a Carlos um assédio do futebol espanhol, mas não passou disso. A expectativa é que haja novidades no início da semana sobre o jogador, que também está na mira do futebol russo.

O Atlético-MG, inclusive, já deu carta verde para os empresários que cuidam da carreira do atacante para tratar das situações. Uma das últimas revelações das categorias de base do Galo, Carlos enfrenta muita concorrência com Fred, Pratto, Robinho, Luan, Maicosuel, Clayton e Hyuri para três vagas de ataque.

No time profissional desde 2014, o jogador já atuou em 103 partidas com 21 gols, tendo contrato até 2019 com o clube mineiro. Sobre o atleta, Daniel Nepomuceno explicou a situação.

– Vocês colocaram muita expectativa no Carlos (em uma possível saída), porque o empresário esteve no CT. Nunca esfriou, a situação continua da mesma forma.

Fomos procurados por um agente, mas não recebi nada oficial. Quando eu receber algo oficial, passo para vocês, porque aí sim a transação tem mais efetividade – explicou ele também na última quarta-feira.

Carlos e Douglas Santos estão relacionados para a partida do Atlético-MG neste domingo, pelo Brasileiro, contra o Grêmio, às 16h (de Brasília), em Porto Alegre. Com 38 pontos, dois a menos que o líder Palmeiras, a equipe alvinegra pode até terminar a 22ª rodada na liderança, caso vença e a equipe paulista tropece.

.

Fonte: Globo Esporte