A URT voltou a fazer valer o rótulo de “time chato” do interior e conseguiu segurar o Atlético-MG na tarde deste domingo, no jogo de ida da Semifinal do Campeonato Mineiro. Após ficar atrás no placar em duas ocasiões, o Galo empatou, pressionou, mas não conseguiu resolver o confronto no estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas. Jonathan Balotelli e Ramos marcaram para o time da casa.

Douglas Santos, em lindo chute de fora da área, e Clayton, após assistência de Pratto, que perdeu pênalti, fizeram os gols do empate em 2 a 2. Ao final do jogo, a URT recebeu a taça de campeã do interior.

Confira como foi a partida em tempo realCom o resultado, o Atlético-MG joga por um empate para ir à final do Mineiro. O jogo de volta ocorre no próximo sábado, às 16h, no Independência.

Susto inicialAntes mesmo do início da partida, surpresa. Robinho no banco.

Diego Aguirre preferiu armar o Galo com três volantes. O jogo mal começou e a URT mostrou que não se intimidaria.

Logo aos 4 minutos, Jonathan Balotelli puxou contra-ataque, aproveitou corte mal feito por Marcos Rocha e bateu cruzado, no canto esquerdo de Victor, para abrir o placar. Com o gramado em péssimo estado, o Atlético-MG tinha dificuldade em trabalhar a bola para chegar ao gol.

Se no chão estava difícil, a alternativa era levar perigo pelo ar. Após cobrança de escanteio, aos 18, Douglas Santos pegou a sobra da entrada da área e acertou lindo chute no ângulo direito de Follmann para empatar a partida.

Seis minutos depois, em lance parecido, mas em cobrança de lateral para a área, Cazares assustou e bateu ao lado.A partida caiu de ritmo após a parada para hidratação.

A URT tentava sair em velocidade com Kelvin, na direita, e Marcos Antônio, pela esquerda, mas não conseguia ser efetiva. Pelo Galo, Cazares e Clayton se movimentavam bastante, principalmente no lado direito, mas não conseguiam criar oportunidades.

O clube voltou a assustar em dois lances, aos 45. Primeiro, em saída errada de Victor após cruzamento de Carlos Magno da esquerda.

Depois, em finalização rasteira de Marcos Antônio, que saiu ao lado. As equipes foram para os vestiários em igualdade.

Pratto perde pênalti, mas se recuperaApós a volta do intervalo, duas mudanças logo com 5 minutos. Robinho e Dátolo entraram nos lugares de Cazares e Eduardo e deram mais opções pelo lado esquerdo.

Mas quem voltou a balançar as redes foi a URT. Após cobrança de escanteio, Victor não achou nada e Ramos completou no segundo poste para o gol vazio.

Três minutos depois, o volante da URT poderia virar vilão. Marcos Rocha cobrou lateral na área e Leonardo Silva caiu após contato do camisa 8.

Pênalti. Lucas Pratto cobrou forte, mas errou o alvo e mandou por cima.

O Atlético-MG não desanimou e seguiu pressionando. Aos 25, Pratto teve nova chance, em bola alçada da direita que ele completou de cabeça perigosamente na rede pelo lado de fora.

A pressão surtiu efeito aos 30. Robinho cruzou para o centroavante argentino, que ajeitou de cabeça com categoria para Clayton tocar na saída do goleiro e empatar a partida.

Depois de sofrer o empate, a URT saiu um pouco da defesa e equilibrou as ações no meio de campo, mas não o bastante para alterar o placar novamente.
.

Fonte: Globo Esporte