O Atlético-MG não sofreu gol em casa na Libertadores, até
aqui. Se repetir o feito contra o Racing, meio caminho para a
vaga às quartas de final da competição estará percorrido . Além disso, cinco, dos sete resultados
no torneio servem para o Galo, logo mais, às 21h45 (de Brasília), no
Independência.

 O time alvinegro tem quatro vitórias, dois empates e apenas uma
derrota (3 a 2 para o Del Valle) na Libertadores 2016. Nos dois empates, diante
do Colo-Colo, no Chile, e Racing, na Argentina, o resultado levaria a decisão
desta quarta para os pênaltis.

O Atlético-MG se apega ao retrospecto, principalmente em
casa, para sair do Horto classificado. Contra Del Valle, Colo-Colo,
e Melgar, do Peru, o time fez oito gols e não levou nenhum.

Abriu o marcador
logo no início dos três jogos, sendo que o tento que mais demorou sair foi
contra o Del Valle, aos seis minutos.SAIBA MAISRobinho prega velocidade e paciência e se esquiva de polêmica com SajaMistério e dúvida no último treino do Atlético-MG: joga Patric ou Cazares?Provocação do Racing gera “raiva” no Atlético-MG: “Argentino fala demais”-
Nosso desempenho em casa na Libertadores serve como
motivação.

Temos que levar isso adiante porque tenho certeza que a gente vai
fazer um grande jogo – disse o lateral Marcos Rocha.Na primeira fase, vencemos
todos os jogos em casa, mas sabemos que vamos sofrer e nos dedicar bastante.

O
jogo é muito importante e a gente quer passar à próxima faseO atacante Robinho se sente mais confiante por conta do
desempenho do time como mandante na Libertadores.- Dá um pouco mais de confiança.

Na primeira fase, vencemos
todos os jogos em casa, mas sabemos que vamos sofrer e nos dedicar bastante. O
jogo é muito importante e a gente quer passar à próxima fase.

No primeiro jogo entre Atlético-MG e Racing, em Buenos Aires, empate sem gols. Com
isso, quem vencer o duelo no Independência fica com a vaga para as
quartas de final.

Novo empate por 0 a 0 leva a decisão para as
penalidades máximas. Se a igualdade for com gols, a classificação fica
com os argentinos.

.

Fonte: Globo Esporte