O duelo contra o Tricordiano, neste domingo, às 16h (de
Brasília), no Independência, poderá marcar a estreia do goleiro Lauro com a camisa
do Atlético-MG (confira no vídeo acima). Diego Aguirre ainda não confirmou quem será o titular no gol. O titular Victor se recuperou de cirurgia no joelho e também foi relacionado para a partida.

Por se tratar do primeiro jogo do “santo” atleticano após a lesão e Uilson sob críticas, após a derrota para o Independiente del Valle, a chance é grande de Lauro estrear neste domingo.O jogador garante estar pronto para a oportunidade, caso ela surja neste fim de
semana, Lauro afirma que ainda não foi comunicado por Diego Aguirre
sobre seu aproveitamento na partida contra o Tricordiano.

– Ainda nada. O que a gente tem feito é o treinamento após a
partida para recuperação.

Ainda não tem definido quem vai jogar, se vai o time
titular ou reserva.  A gente tem que
sempre estar pronto para quando as oportunidades aparecerem, a gente aproveitar
da melhor maneira possível.

Se surgir a oportunidade, vou ficar bastante feliz.SAIBA MAIS>> Com Robinho, Cazares e Victor, Galo fecha lista para jogo no Independência>> De olho na Libertadores:
Atlético-MG e Carlos Eduardo têm 12 dias para acerto Lauro destaca que está tranquilo e exalta o trabalho que vem
sendo feito com Chiquinho, preparador de goleiros.

A gente tem que
sempre estar pronto para quando as oportunidades aparecerem, a gente aproveitar
da melhor maneira possível. Se surgir a oportunidade, vou ficar bastante feliz.

– Tranquilo. Ainda mais agora com a sequência de
treinamentos que estou fazendo com o professor Chiquinho, que dispensa comentários.

Totalmente preparado para qualquer tipo de situação.Sobre a falha de Uilson no segundo gol do Independiente del
Valle, Lauro saiu em defesa do companheiro e explicou o que aconteceu no lance.

– É difícil falar. Na situação do jogo, uma bola antes, o
batedor tinha feito uma bela cobrança e ele fez uma grande defesa.

Na hora do
jogo é complicado. O goleiro sabe da dificuldade, tem uma barreira na frente,
os jogadores atrapalhando na frente.

Não pode tirar o mérito do batedor, que
bateu muito bem.
.

Fonte: Globo Esporte