Os cartoleiros ansiosos para o início da temporada 2016 do Cartola FC já podem iniciar os cálculos para a escalação do time na primeira rodada do fantasy game. Nesta segunda-feira, 30 jogadores foram precificados no Programa do Cartola, apresentado por Monique Cardone e que contou com os convidados Caio Ribeiro, Fernanda Gentil, Domitila Becker, Joel Pinheiro, Alexandre Saboya e os cartoleiros do “Cartola da Depressão” e do “Cartoleiro Fanático”. Três fileiras foram organizadas para separar os jogadores por níveis: Cartola Ouro, Cartola Prata e Cartola Bronze.

 No Cartola Ouro, os jogadores variam nos valores de C$ 24 a C$ 28. Os mais caros são os atacantes Lucas Pratto, do Atlético-MG, e Ricardo Oliveira, do Santos.

Os mais baratos são o lateral Marcos Rocha, também do Galo, e o atacante Kleber Gladiador, do Coritiba. Outras apostas da Ouro são Cássio (Corinthians), Otávio (Atlético-PR), Lucas Lima (Santos), Calleri (São Paulo), Fred (Fluminense) e Robinho (Atlético-MG).

A categoria intermediária do programa de precificação foi a Prata, que tem valores entre C$ 23 e C$ 19. Os mais em conta são os atacantes Gabriel Jesus, do Palmeiras, e Walter, do Atlético-PR.

Os mais caros são os zagueiros Felipe, do Corinthians, e Leonardo Silva, do Atlético-MG. Os demais atletas precificados nessa categoria são Victor (Atlético-MG), Fernando Prass (Palmeiras), Egídio (Palmeiras), Diego Souza (Sport), Elias (Corinthians) e Guerrero (Flamengo).

Por último, a categoria bronze trouxe os jogadores mais baratos dentre os 30 que foram precificados no programa, com valores entre C$ 15 e C$ 18. A oportunidade de escalação pelo menor custo dessa fileira ficou com Jorge do Flamengo; Cícero, do Fluminense; Marinho, do Vitória, Grafite, do Santa Cruz; e Vitinho, do Vitória.

Os mais caros foram Jefferson, do Botafogo, e Fagner, do Corinthians. Completam essa lista Pedro Geromel, do Grêmio; Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso, do São Paulo.

LEIA MAIS:Primeira rodada do Cartola FC tem 7 bons e baratos custando C$ 5. Confira!Os cartoleiros poderão iniciar as escalações do time no dia 2 de maio,
data marcada para abertura do mercado.

Neste ano, o jogo virtual ganha
ainda uma versão Pro. Por apenas R$ 5,70 por mês ou R$ 39,90 à vista, o
cartoleiro pode se transformar em um “Cartoleiro Pro”, criar e
participar de mais ligas e ter acesso a itens exclusivos.

Vale ressaltar que o Cartola FC 2016 continua gratuito, mas com uma versão paga que apresenta mais funcionalidades e opções como a personalização premium, criação e participação de cinco ligas clássicas, criação e participação de ligas mata-mata e a liga PRO premiada. Quem optar pela versão gratuita, terá direito a personalização básica, criação e participação de duas ligas clássicas e participação de cinco ligas clássicas.

  Outra exclusividade do cartoleiro Pro é a criação das ligas
mata-mata, que tem foco no curto-prazo e coloca no game o popular método
de competição onde duas equipes se enfrentam e a que perde a partida é
eliminada. A ideia é ter uma modalidade que não precise de 38 rodadas
para determinar um campeão.

 Nas disputas de mata-mata, será possível jogar um
“mini-Cartola” de duas a cinco rodadas, com quatro a 32 jogadores, em
confrontos diretos. O cartoleiro Pro terá a possibilidade de convidar
seus amigos para participar, inclusive aqueles que não adquirirem o
pacote especial.

O usuário terá também acesso a uma galeria exclusiva de
camisas e escudos para a criação de seus times.
.

Fonte: Globo Esporte