Nesta terça-feira, os jogadores do Atlético-MG se
reapresentaram na Cidade do Galo e deram início a mais uma semana cheia de
treinamentos no clube. O próximo compromisso é apenas no domingo,
quando o time recebe o Atlético-PR, no Independência, às 11h (de Brasília), e
Marcelo Oliveira vai ter alguns dias livres para preparar a equipe. Na
reapresentação, como de costume, apenas reservas em campo.

Aqueles que atuaram
contra o Santos fizeram trabalhos regenerativos na parte interna do CT
atleticano.

 

Em campo, o treinador comandou uma atividade de muita
movimentação e passes rápidos, em campo reduzido, com nove jogadores de cada
lado.

Um dos destaques da atividade foi Carlos, que marcou dois gols de cabeça
muito parecidos, após cruzamentos da esquerda.Quem também treinou sob olhar atento de Marcelo Oliveira foi
Júnior Urso, que deve ser o substituto de Rafael Carioca, suspenso pelo
terceiro cartão amarelo.

Otero também treinou e é uma das opções para
substituir Fred, outro que não joga contra o xará paranaense, também suspenso.
Em outro campo da Cidade do Galo, Marcos Rocha fez corridas ao redor do gramado
e trabalhos específicos.

Ele ainda não está treinando com o restante do grupo,
mas deve voltar a participar das atividades normalmente ainda esta semana.

 

O discurso dos jogadores na reapresentação do Atlético-MG
foi muito claro: esquecer o mais rápido possível a derrota para o Santos,
corrigir os erros cometidos no litoral paulista e focar na preparação para a
partida contra o Atlético-PR, mais um confronto direto.

Se vencer, o Galo pode
colar mais uma vez na liderança – a diferença, no momento, é de quatro pontos,
para o Palmeiras. Se perder, o Galo pode deixar o G-4.

O lateral-esquerdo Fábio Santos ressalta a importância da vitória em casa.

 

– É esquecer (a derrota para o Santos), focar no que a gente errou e ter uma reação o
mais rápido possível.

O Palmeiras já está quatro pontos na nossa frente, as
rodadas passam rápido. Está tudo
muito próximo, tanto para chegar no líder, quanto para sair do G-4.

O importante
agora é ter uma reação rápida. Dessa maneira que a equipe tem pensado.

Agora é
focar no Atlético-PR.
.

Fonte: Globo Esporte