Apesar dos inúmeros desfalques que o técnico Marcelo
Oliveira terá para escalar o Atlético-MG, domingo, contra o Grêmio, às 16h (de
Brasília), na Arena Grêmio, o clube pode sentir o alento por conta do retrospecto
recente fora de casa. Marcelo não poderá contar com Victor, Giovanni, Marcos Rocha, Erazo, Rafael Carioca, Júnior Urso, Luan, Cazares e Dátolo. Mas o desânimo por conta das ausências pode dar lugar à confiança por conta da melhora do futebol fora de casa, com exceção da última rodada.

Se boa parte do primeiro turno do Brasileiro o Atlético-MG
não conseguia vencer fora de Minas Gerais, com os triunfos sobre o Palmeiras e
São Paulo, no final do turno, os números puxam para cima o desempenho do time
como visitante.+ Fred volta à equipe, pede foco no confronto direto e garante fome de golNos últimos três jogos, ganhou dois.

Nas últimas dez
partidas, sempre que fez gol, pelo menos empatou. E o empate soa como um bom
resultado, tendo em vista o confronto direto com um concorrente às primeiras
posições, aos desfalques e ao fato de o jogo ser em Porto Alegre.

No entanto, a última impressão deixada pelo Atlético-MG fora de casa não
é das melhores, já que foi derrotado por 3 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro.Sabemos que é uma partida de seis pontos, de extrema
importância, contra um concorrente diretoO meia Maicosuel quer apagar a imagem deixada em Santos e buscar um algo a
mais no Sul, contra mais um concorrente direto na parte de cima da tabela.


Sabemos que é uma partida de seis pontos, de extrema
importância, contra um concorrente direto. Será difícil ganhar lá, mas podemos sair
com a vitória.

Vamos nos preparar para conquistar este objetivo.Com 38 pontos, o Atlético-MG é o vice-líder do Brasileiro.

Já o Grêmio está a três pontos atrás do Galo, com 35 pontos, na sexta
colocação. No primeiro turno, o time gaúcho veio ao Independência e saiu com a vitória por 3 a 0.

.

Fonte: Globo Esporte