O Racing não demorou a agir e demitiu nesta sexta-feira Juan Carlos Gambandé, preparador de goleiros que fez gestos racistas para a torcida do Atlético-MG após a eliminação dos argentinos na Taça Libertadores, na última quarta, no Independência. Ele simulou estar comendo uma banana e foi flagrado por um fotógrafo, que registrou o momento.A confirmação veio através do presidente Víctor Blanco, ao ser perguntado se o clube já havia tomado alguma decisão.

– Sim. O Racing o tirou do plantel.

Assim, ele não pertence mais ao Racing. São práticas que o Racing não aceita e que não pode permitir esse tipo de atuação.

.

Fonte: Globo Esporte