O Atlético-MG está na final do Campeonato Mineiro. Mas a tarefa não foi fácil. A URT dificultou a vida do Galo na tarde deste sábado, no Independência, mas os comandados de Diego Aguirre venceram por 2 a 0 (veja os melhores momentos) e carimbaram a vaga para a decisão do Estadual.

Agora, o alvinegro vira a chave para disputar, já na quarta-feira, o jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, contra o Racing, em Buenos Aires. Para o lateral Marcos Rocha, apesar da vitória e da classificação, a atuação contra a URT não foi das melhores, e o time precisa evoluir para não passar dificuldades pela fase eliminatória da competição continental.

 – Difícil. Encontramos bastante dificuldades.

A equipe deles, até os 20 do segundo tempo, conseguiu manter a marcação. A gente sabe que o nosso ritmo aqui é muito forte e eles iam dar brecha.

Está todo mundo de parabéns pela entrega. Agora o foco é na Libertadores e aumentar o nível, porque isso que a gente fez hoje não vai ser suficiente na quarta-feira.

O outro lateral do Atlético-MG, Douglas Santos, que participou dos dois gols, não esconde a satisfação por ver seus cruzamentos ajudarem o Galo a construir os resultados.  – A gente sempre trabalha esses cruzamentos, para chegar perto da linha de fundo e cruzar para trás.

Hoje a equipe prevaleceu, o grupo jogou bem e estamos de parabéns pela partida.  Já estamos pensando na Libertadores.

Será um jogo difícil e vamos agora pensar no Racing.
.

Fonte: Globo Esporte